7 de set de 2011

Multidão se reune em Brasília em MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO que assola o PAÍS

Sugestão de vídeo encaminhada pelo Cel. Carlos Farias. Marcha contra a Corrupção cruza a Esplanada no 7 de setembro 2011 em Brasília.

Marcha contra a corrupção reúne
cerca de 10 mil pessoas em Brasília
Movimento pede o fim da impunidade e do mau uso do dinheiro público

Gustavo Gantois, do R7, em Brasília.

Cerca de 10 mil pessoas participaram nesta quarta-feira (7) da Marcha Contra a Corrupção, em Brasília. Com cartazes pregando o fim do voto secreto dos parlamentares e contra a absolvição da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF), os manifestantes ocuparam toda a Esplanada dos Ministérios até a Praça dos Três Poderes.

Organizada nas redes sociais – como o Facebook, o Twitter e o Orkut –, a marcha se valeu de cartazes e faixas, algumas bem humoradas e outras mais radicais, para apelar a um sentimento de mobilização que não se via desde a época dos caras pintadas, quando houve o impeachment do ex-presidente Fernando Collor.

O técnico em processamento de dados Charles Guerreiro, 42 anos, organizou um pequeno grupo com vassouras e baldes de água e sabão. O objetivo era, nas palavras dele, ajudar a presidente Dilma Rousseff a continuar a “faxina” contra a corrupção. Juntos, lavaram a entrada do Ministério da Agricultura.

- Nós sabemos que o dinheiro que alimenta a corrupção retira direitos do cidadão como saúde e educação. Não aceitamos mais esse desrespeito com a população. Exigimos o fim da impunidade e do voto secreto. Queremos saber quem são os ladroes que acobertam os outros.

O estudante de Relações Internacionais George Marques, 21 anos, foi um dos organizadores da marcha. Segundo ele, os jovens querem mudanças na política brasileira, com renovação dos parlamentares e um combate mais efetivo aos desvios de dinheiro público.

- Passamos muito tempo calados, mas agora estamos vivendo uma situação insustentável. Se o governo diz que precisamos crescer, precisa antes fechar a torneira de dinheiro público que abastece os políticos. Pagamos nossos impostos e merecemos ter dignidade como cidadãos que ainda acreditam numa política bem feita.

Prevista para começar às 10h, a marcha só saiu do lugar de concentração, o Museu da Republica, meia hora depois. A intenção de cantar o hino nacional na frente do palanque de autoridades que assistia ao desfile de Sete de Setembro foi por água abaixo com o atraso.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários não refletem necessariamente a Opinião da editora do blog "PONTO DE VISTA".

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP