8 de mar de 2012

Vice-reitora da UEM- Neusa Altoé, recebe homenagem da Assembléia Legislativa do Paraná


Neusa Altoé é homenageada na Assembleia Legislativa

A vice-reitora da Universidade Estadual de Maringá, Neusa Altoé, foi homenageada pela Assembleia Legislativa do Paraná nesta quarta-feira, dia 7, ao lado de diversas outras mulheres de destaque do Estado, em sessão especial de comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

Com a casa cheia, o evento, que assinalou as lutas e conquistas históricas das mulheres ao longo dos anos, atendeu a uma proposição da deputada Cantora Mara Lima (PSDB), que foi apoiada pelas deputadas Rose Litro (PSDB), Luciana Rafagnin (PT) e Marla Tureck (PSDB), e que teve a aprovação unânime dos demais parlamentares.

“Vejo, nessa homenagem, a força da mulher na sociedade. Para mim, foi muito gratificante e estendo esse ato a todas as mulheres da UEM, pois todas merecem”, declarou Neusa Altoé, que foi indicada pelo deputado Evandro Júnior para receber o diploma de menção honrosa da Assembleia Legislativa, além de um arranjo de flor.


Neusa Altóe já foi vice-reitora da UEM entre 1994 a 1998 e reitora de 1998 a 2002. Também foi presidente da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público de novembro de 2000 a outubro de 2002; representante da UEM no Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá de dezembro de 1997 a outubro de 2002; paraninfa geral dos formandos do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes em 2008. É professora associada da UEM; cadastrada no CNPq desde junho de 2007; integrante da Comissão de Indicadores de Atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEM; participante do Grupo de Estudo e Pesquisa em Política Educacional e Ensino, entre outros. Recebeu, em 2011, o título de Cidadã Honorária de Umuarama pela implantação do câmpus da UEM naquele município e sua colaboração com o desenvolvimento da região. Possui graduação em Pedagogia pela UEM, mestrado e doutorado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba.

Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Gestão.


Homenageadas - A secretária da Família e primeira dama Fernanda Richa; as deputadas federais Cida Borghetti (PSD) e Rosane Ferreira (PV); a prefeita de Assis Chateaubriand, Dalila José de Mello; a empresária Flora Madalosso Bertolli; a vice-reitora Neusa Altoé; a 3º sargento QPM 1-4 Silvana Hass da Silva; e a catadora de material reciclável Maria José de Oliveira Santos (Lia); estavam entre as 54 mulheres homenageadas pelo Legislativo, por ações de destaque nas várias áreas de atuação. A sessão contou também com a presença da presidente da Associação das Senhoras dos Deputados (Apasde), Susana Rossoni, do 1º secretário deputado Plauto Miró (DEM) e do 2º secretário Reni Pereira (PSB), entre diversas outras autoridades.

Os trabalhos foram abertos pelo presidente da AL, Valdir Rossoni (PSDB), que lembrou que, a cada dia, as mulheres ampliam seu papel na sociedade, levadas pelas características pertinentes ao gênero. A deputada Cantora Mara Lima, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, recorreu a estatísticas para mostrar como a participação da mulher é decisiva na vida moderna e como ela está cada vez mais consciente desta situação.

Papel da mulher - A deputada Luciana Rafagnin homenageou as mulheres que, ao longo da história brasileira, perderam a vida lutando por melhores condições de vida e por uma sociedade mais justa e generosa. Já para a deputada Marla Tureck é importante enaltecer, sempre, a importância do papel da mulher na construção de uma sociedade justa. A deputada Rose Litro citou a importância da atuação das mulheres que hoje ocupam cargos estratégicos em inúmeras áreas e países.

A secretária Fernanda Richa afirmou ser um privilégio participar do evento. Elogiou a atuação das quatro mulheres que atuam no parlamento paranaense com muita competência, muito trabalho, sensibilidade feminina, e acima de eventuais distinções políticas ou partidárias. A delegada Franciela Alberton, da Delegacia da Mulher do Município de Pato Branco, falou sobre as mudanças provocadas na sociedade pela Lei Maria da Penha, e a educadora do campo Maria Izabel Grein, representante dos movimentos das mulheres do Paraná, sobre a luta por uma sociedade na qual todas as pessoas sejam iguais.


(Com colaboração da Assessoria de Imprensa AL)
Foto: Sandro Nascimento/Alep

N:B- Notícia encaminhada para publicação pela Coordenadoria de Imprensa da UEM

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários não refletem necessariamente a Opinião da editora do blog "PONTO DE VISTA".

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP