20 de jun de 2014

DILMA dá um jab de direita na FAMÍLIA MILITAR das Forças Armadas

QUADRO ESPECIAL - Ingenuidade dos representantes.
QUADRO ESPECIAL E REAJUSTE DOS MILITARES. Militares sub-representados.

Há algum tempo o deputado Jair Bolsonaro declarou que o projeto que concedia aos militares do quadro especial direito à prosseguimento na carreira não poderia ser alterado para melhor por força de um dispositivo constitucional que concede exclusividade ao governo federal para propor leis e alterações legislativas relacionadas às Forças Armadas. 

Infelizmente, o deputado está certo, há impedimento legal para que o legislativo realmente represente os militares das forças armadas, e com isso podemos entender que os MILITARES na verdade são SUB-REPRESENTADOS no Congresso, já que não há possibilidade de que os deputados e senadores iniciem projetos de lei no sentido de reajustar dignamente seus salários, modificar jornada de trabalho e planos de carreira.

Veja só: Art. 61 da Constituição Federal. § 1º - São de iniciativa privativa do Presidente da República as leis que: ... II - disponham sobre: f) militares das Forças Armadas, seu regime jurídico, provimento de cargos, promoções, estabilidade, remuneração, reforma e transferência para a reserva. (Incluída pela Emenda Constitucional nº 18, de 1998)

Levando em consideração que os militares não são sindicalizados e não têm direito de realizar greves a única alternativa para a categoria seria uma modificação no Artigo 61 da Constituição Federal, retirando esse privilégio da presidência e concedendo aos militares o direito de serem efetivamente representados no congresso nas questões realmente mais relevantes.

Atualmente a representação é apenas uma ilusão, na medida que salários, jornada de trabalho e carreiras, justamente as questões mais importantes para os militares, não podem ser tocados por deputados ou senadores. Essa foi uma das armadilhas colocadas para os militares na CF1988.

Robson A.D.Silva é Sociólogo e Professor.

Contato:  http://sociedademilitar.com.br

Ponto de Vista da Blogueira:

Já era de se esperar pela atitude revanchista de Dilma. O pior é que os que se dizem representar a Família Militar acreditaram fielmente em políticos ligados ao PT e aliados, que a presidente aprovaria o projeto para os QESAS.

Fizeram um estardalhaço via redes sociais, iludindo e ludibriando a Família Militar, criando expectativas infundadas aos militares.

Na época comentei com algumas lideranças e disse-lhes, tenham cautela, porque DILMA irá vetar o projeto e pior, criarão expectativa nos militares. E foi o que aconteceu...

Tomei a liberdade e contatei-me com algumas lideranças de associações de militares e sugeri que fossem até a Família Militar, através das próprias redes sociais e que falassem a verdade sobre os temas: QESAS, MP 2215/2001, liberação dos 28,86%. Somente a Kelma Costa, teceu comentário em postagem via Facebook. O restante, NADA !

Por telefone, conversei tb com Ivone Luzardo, que prometeu produzir vídeo, onde incluiria no conteúdo explicações sobre a bendita MP 2215/2001, expondo os malefícios e benefícios, se ela fosse ressuscitada e os temas acima citados. Até agora NADA. Isso fazem semanas.... Amigos, fiquem atentos com os oportunistas de plantão, que querem somente escalar o poder através de seu voto.

Existem bons candidatos ou sejam sérios, que acredito que irão lutar por nossos direitos. Mas é contar nos dedos !!! O restante é sem nenhuma dúvida um bando de picaretas e aproveitadores.

Lígia Leal

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários não refletem necessariamente a Opinião da editora do blog "PONTO DE VISTA".

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP