15 de jun de 2014

RECEPÇÃO À DILMA NA ABERTURA DA COPA DO MUNDO

A presença da presidente Dilma em solenidades continua sendo motivo para vaias
Por José Geraldo Pimentel
Cap. Ref. EB

A senhora Dilma Vana Rousseff, presidente da república, é movida pelo recalque, vive se reportando aos militares como se tivesse sido vítima das Forças Armadas durante a repressão contra os militantes da luta armada.

Se um marginal invade a sua casa, você tem o direito de expulsá-lo a tiros, se tiver uma arma de fogo. Não chegaram a tanto com a terrorista. Prenderam-na e a confinaram em uma cela junto com outras prisioneiras; sendo atendida com certa regalia, pois não lhe negavam livros e revistas de autores comunistas. Sua leitura preferida.

Ela criou-se num ambiente familiar de comunistas. Aos dezesseis anos de idade ganhou o mundo e se tornou o intelecto de três falanges criminosas por onde passou. É responsável pelo planejamento de assaltos a quartéis e bancos, e casa particular do ex-governador de São Paulo, Ademar de Barros, onde roubaram um cofre com a importância de 2,16 milhões de dólares.

Planejou e assistiu aos assassinatos de dezenas de pessoas, inclusive o atentado terrorista à frente do QG do II Exército tirando a vida do sentinela, e ferindo outros militares. Levada à chefia da Casa Civil da presidência da república, favoreceu a companhia de telefonia móvel OI, repassando milhões de reais para o filho do ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, o ‘Barba’, agente X-9 que atendia aos ‘cumpanheros’ que representava nos movimentos grevistas em portas de fábricas, e aos empresários, obedecendo às ordens do DOPS.
Sua brilhante passagem pela Casa Civil da Presidência da República favorecendo a rapinagem que caracterizou o governo do ex-presidente Lula, valeu-lhe a indicação para concorrer à eleição presidencial.

Mas mesmo sendo eleita presidente da República não dispensou a chamada ‘Bolsa Ditadura’, uma indenização e pensão milionária que vem enriquecendo ex-terroristas e ex-guerrilheiros que afrontaram a democracia na segunda metade da década de setenta, sendo derrotados pelos agentes do Estado.

Ela como seu antecessor é profícua em ajudar governos controlados por ditaduras, quer de direita ou esquerda. Distribui ambulâncias, constrói linhas de Metrô, estradas, perdoa dívidas externas com o Brasil, e não se cansa de fazer agrados ao ditador comunista Fidel Castro, como o término da construção do maior porto marítimo das Américas em Cuba. Importa médicos cubanos como escravos para trabalhar no interior do país.

No Brasil deixa de lado a saúde, o ensino, a moradia, a segurança pública, os transportes públicos. Os nossos aeroportos, portos marítimos e estradas estão em estado de calamidade pública. As FFAA brasileiras encontram-se em estado de insolvência material, ocupando a última posição nos países do BRICs (agrupamento econômico atualmente composto por cinco países: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

A tropa sofre o seu pior momento da história, sobrevivendo com salários aviltantes. A miséria nos quartéis é tanta que três oficiais generais deram cabo de suas vidas atirando no céu da boca. Oficiais de patentes inferiores e graduados têm procurado o suicídio como únicas saídas para resolver os seus sofrimentos. Seus e de seus familiares.

A senhora Dilma Vana Rousseff como ‘Comandante-em-chefe das FFAA’ deveria ter outro comportamento. Mas vive agredindo os militares como faz com seus auxiliares diretos, humilhando-os, tratando-os como cachorros. Não poderia ocupar o cargo de presidente da república.

Não respeita os ritos da presidência da República. Seu lugar deveria continuar a ser a sarjeta, de onde nunca deveria ter saído.

Ela só continua encontrando espaço na política porque o povo brasileiro em sua maioria é analfabeto, sem qualificação para o trabalho e pouco afeito aos princípios de ética e moral.

Vende-se por qualquer prato de comida; e se ganha uma ‘Bolsa Família’ que lhe garante a migalha de um pão e uma xícara de café todos os dias, quando surge a oportunidade de pegar um emprego com carteira assinada, o dispensa... Para não perder a mordomia de uma bolsa que não lhe proporciona dignidade, apenas o livra de pegar no batente.

Depois quer invadir propriedades particulares, achando que ser rico é uma indecência. Depois quer invadir moradias, porque não trabalha e não consegue adquirir um imóvel. Esse povo transforma-se em voto de cabresto garantindo a eleição de político sujo como a senhora Dilma Vana Rousseff. 

Político desqualificado, que promete um mundo de sonhos, e nada realiza de concreto.

Nenhuma promessa feita por esta senhora foi realizada. Está chegando ao final do governo sem dizer a que realmente veio!
Tivesse o povo um mínimo de dignidade e amor próprio, não haveria guilhotina que desce conta para mandar para o inferno quantos o roubam os sonhos, a felicidade e a esperança. (Citação calcada nas palavras do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin).

A presidente Dilma Vana Rousseff e seu bando de marginais que a assessora em mais de três dezenas de ministérios e secretarias especiais, assalta o Erário, trapaceia a população e subjulga a instituição militar, que antes gozava dos melhores índices de avaliação nas pesquisas de opinião pública. Atualmente nas mãos de três marginais travestidos de comandantes de Forças, começa a ser desacreditada.

Não demora e assistiremos as FFAA brasileiras nas ruas, não para proteger a nação, mas para reprimir o desespero da população que não tolera mais ser comandada por uma senhora que é brindada na abertura de uma solenidade, como a da Copa do Mundo, com o grito de: “Ei, Dilma, vai tomar no c...” A infeliz corre o risco de ser arrancada do palanque e enforcada em praça pública. É o destino reservado a todos os usurpadores do poder!

Morte para os que enganam o povo!

www.jgpimentel.com.br


0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários não refletem necessariamente a Opinião da editora do blog "PONTO DE VISTA".

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP