7 de abr de 2016

DESABAFO DE UM MILITAR INDIGNADO COM A SUBSERVIÊNCIA DAS FORÇAS ARMADAS DIANTE DO CAOS INSTALADO NO BRASIL

UM PAÍS DE VERGONHA

Jamais imaginei como militar um dia assistir o nosso país se transformar num verdadeiro inferno, aonde os valores morais não existem mais, que a criminalidade fez o seu chão, os poderes constituídos são hipócritas e demagogos, enganando a toda a hora o nosso povo com ardis próprios de homens covardes que só pensam em seus interesses particulares e de seus comparsas.

O Brasil foi manchado perpetuamente por homens bestiais e ninguém consegue combatê-los ou mesmo extirpá-los de nossas vidas. A igreja calou-se, cadê os verdadeiros líderes religiosos que nos cultos pregavam a moralidade, a união e a família?

Cadê as FFAA que continuam aquarteladas, subservientes a uma presidente insana e cruel? Cadê a justiça de nosso país que não assumem a sua posição e diante da balança pendem mais para os interesses de apenas duas pessoas em detrimento de toda a nação?

As palavras que podemos denominar neste momento é covardia, vergonha de possuirmos em nossa sociedade estas bestas vermelhas que ainda conseguem reunir milhares de adeptos ignorantes, dúbios que se vendem com pão e mortadela.

A soberania deste país não existe mais, o pendão verde-amarelo está com seus dias contados, o povo laborioso se tornará escravo deste inferno vermelho e maior do que o holocausto praticado por um insano ditador será insignificante perto do que nós brasileiros iremos sofrer.

Entrego neste momento a minha espada de glória de um passado que ajudei a lutar, a custa de sangue dos meus fiéis comandados que hoje nas urnas mortuárias assistem com lágrimas a nossa derrota.

Só existe uma saída - LUTAR PARA NÃO ENTREGAR.
Mário Márcio( OFICIAL DO EB)

Desabafo extraído da página de Jorge Eduardo Moraes Silva( Facebook)

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários não refletem necessariamente a Opinião da editora do blog "PONTO DE VISTA".

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP